Image Map

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Sobre finais e aceitação





      Quando um relacionamento acaba, não quer dizer que ele não tenha dado certo.
Deu certo sim! Deu certo durante aquele tempo! Por 2, 5, 10, 50 anos. Deu certo, mas chegou na sua hora de acabar!
Não importa se é um “rolo”, um namoro, noivado ou casamento. Acabou porque tinha que acabar. Acabou porque o tempo em que deu certo chegou ao fim. 

     Não quero dizer que relacionamentos tenham prazo de validade.
Mas tem horas que as pessoas precisam seguir rumos diferentes, tem momentos em que a nossa vida nos leva a lugares aonde só um quer ir, e não podemos obrigar ninguém a nos seguir.
Cada qual tem o direito de escolher o que vai fazer. E é nessa hora que precisamos pensar em nós e pensar no outro, também! Não é que o amor tenha acabado, entenda! “É que eu preciso andar o meu caminho só, pois o caminho não é mais o mesmo que o seu!”

É doloroso? Sim! Bastante. Os finais sempre são.
Mas a gente tem que entender que a vida segue e só cabe a nós superar isso! 

Eu falo por experiência própria! Eu já terminei com o amor da minha vida. Entendi que eu queria ir por um lado e ele estava indo por outro.  
Durante muito tempo me condenei por isso. Sofri, me auto julguei. Perguntei até a Deus se eu era tão miserável assim, ao ponto de ter feito a burrada de mandar meu amor embora.
Mas agora me caiu a ficha de que a vida não é feito novela. Nem sempre os finais são do mocinho com a mocinha, e temos que saber que existem outros mocinhos e mocinhas por aí.
E, pra mim, vieram outros amores! Sim! Vieram! E também se foram!
Mas eu não abro minha boca pra reclamar deles. Não mais!
Quando somos imaturos, costumamos fazer isso, atribuir defeito ao outro sem nem ao menos nos dar conta de que nós também temos os nossos.
Eu sei o quanto fui feliz com cada um deles, de uma maneira particular e única. Guardo comigo cada momento e lembrança. Mas admito que, mais uma vez, precisei seguir outros rumos. 

     E a vida não se baseia só de amor entre casais.
Tom Jobim que me perdoe, mas, fundamental é mesmo o amor, porém, é possível ser feliz sozinho! Porque amor não se restringe somente a um relacionamento.
Tem tanta gente que é feliz assim, sem precisar assumir um laço afetivo com alguém. Cada um tem seu propósito na terra. O que nos resta é entender e aceitar.
     
      E não pensem que eu quero aqui pregar que devemos viver sós para sermos felizes! Mas devemos ser felizes, sozinhos primeiramente, pois, só assim seremos felizes com quem quer que seja!

     E você? De que forma é feliz?

1 Comment:

Priscila Leandro said...

Só li verdades.
É possível ser feliz sozinho sim :)
Amei o post ♥

Beijo!
Coruja Doce Blog

Postar um comentário

Bora comentar!